Tecnologia do Blogger.

Dica: Cabelos coloridos.

Olá pessoas!!
Como muitos de vocês sabem eu adoro trocar a cor dos meus cabelos, porém fazem uns 3 anos que por mais que eu mude de cor sempre volto pro azul. Isso mesmo AZUL!

Adoro meu cabelo azul, acho que de todas as cores do mundo é a que mais combina comigo. Ultimamente estou apenas com californianas azuis, não sei se vocês sabem, mas sou professora do MATERNAL, sério daquelas crianças que acabaram de entrar no mundo escolar. Infelizmente a cultura do nosso povo não aceita professoras de cabelo colorido D:
Se você assim como eu não liga pros "padrões" impostos pela sociedade e quer ter o cabelo colorido também, segue com o post ;)

Gente estou trazendo pra vocês 3 tonalizantes que já usei. Falarei um pouco de cada um. Eu sempre uso tonalizante. Não uso tinta pois aqui na minha cidade eu nunca encontrei. Já usei o pigmento,que na verdade é anilina de madeira e já usei também anilina de palha, ambos deram certo mas meu cabelo ficou uma verdadeira palha. Por isso opto pelos tonalizantes.

1. Color express fun. (Salon line)



Geeeeente lembrando que só usei o azul, tanto o Blue Rock quanto o Ligth Blue. O Ligth Blue é aquele azul beeeem clarinho, não continuei usando porque gosto daquele azul estilo tinta de caneta. Quando usei o Blue Rock me apaixonei, a tinta é maravilhosa e pega super bem, por sinal é a que estou usando hoje no meu cabelo.
ALERTA: A tinta pega tão bem que pinta seus cabelos, seu corpo, sua alma e sua vida. Ela vai pegar nas paredes e roupas também. Mas é só por uma semana.

2. Creative Crazy Colors. Alta Moda (Alfaparf) 


Adoro esse tonalizante, ele tem uma ótima pigmentação, já usei o Ice Blue e o Ice Green. Usei o Ice Green pra testar mesmo, ele é muito bom e o cabelo fica beeem verdinho, como não curto muito voltei para o azul com o Ice Blue que deixou meu cabelo com um azul espetacular. Parei de usar pois não tenho mais encontrado o azul :'(, sempre que vou procurar encontro apenas o vermelho. Mas adoro esse tonalizante!!

3. Keraton Hard.
De todos os tonalizantes o que eu mais ouço falar é o da Keraton, porém não deu muito certo pra mim. Usei o Urban Purple e o Estasy Blue, o Urban Purple deixou meu cabelo suuuuuuper VERMELHO, uma cor que eu nunca quis, comprei achando que ficaria com o cabelo mais puxado pro rosa mas não rolou e o Estasy Blue simplesmente não pegou. Meu cabelo ficou meio azulado mas não ficou com o azul que estou acostumada.


Então é isso galera, espero ter ajudado, se você quer ter o cabelo colorido eu super apoio e se for ruim pra trabalhar, VAI DE COQUE, mas não deixa de ser você!


Beijão!


Cinco motivos para assistir DC's Legends of Tomorrow!


       Para quem me acompanha nas redes sociais,sabe que não é nenhuma novidade que sou bastante viciada em séries.Chego acompanhar umas sete e sempre começar alguma do zero!Uma das mais recentes que estou acompanhando é a DC's Legends of Tomorrow.E hoje quero contar um pouco pra vocês do que estou achando (claro,no meu modesto ponto de vista) e darei cinco bons motivos para vocês ficarem de olho nessa série.

      *Crossover em todos os lugares!


       A série em si já é um crossover (encontro de várias histórias e personagens em um mesmo episódio) por só.Mesmo estando ainda na primeira temporada, já tiveram vários episódios de personagens da DC se encontrando.Lembrando que a série junta a história de heróis e vilões de Arrow e Flash.Então é interessante que vocês estejam acompanhando essas séries,para entender um pouco da proposta de Legends.

    *Vilões que odiamos amar 


      Sabe aqueles vilões que tem nas outras séries ou nos quadrinhos,que fazem coisas que ficamos com aquele ódio?Eles nos mostram que são peças fundamentais nessa série,e que realmente as pessoas podem mudar (independente do motivo que seja).Conhece a história do Capitão Frio e do Onda Térmica?Não sabe o que tá perdendo...

     *Girl Power!


       Para quem sempre duvidava das heroínas,elas estão aí para provar que são capazes de enfrentar o que tiver pela frente,sem precisar e depender de ninguém para isso!As duas grandes heroínas da série são a Mulher Gavião e a Canário Branco.

     *Inovação


       DC's Legends of Tomorrow não é apenas mais uma série de heróis.Além do fato de misturar várias histórias,ainda aborda um assunto que sempre nos questionamos e gostamos de ver em séries,filmes e livros:viagem no tempo.

     *Oportunidade de conhecer novos heróis


     Para quem não acompanha e não é tão ligado nesse mundo de quadrinhos,vai ter a oportunidade de conhecer novos heróis,principalmente aqueles que não têm tanto destaque.Você acaba vendo que eles são fundamentais em muitos acontecimentos importantes na história da DC Comics.

      A série está na primeira temporada.Espero que continue,porque quando começo a gostar de algumas séries,elas são canceladas!kkkk!Mas acho que não é o caso de Legends.Depois me contem o que vocês acharam! :*








Assistimos: O escaravelho do Diabo.


O Escaravelho do Diabo é uma adaptação do livro infanto-juvenil de Lucia Machado de Almeida. Toda a minha adolescência estive dentro do setor infanto-juvenil da BPE (Biblioteca Pública de Pernambuco), localizada no centro da minha cidade. Lá tinha umas almofadas aconchegantes e inúmeras estantes cheias de livros, comecei a ler pelos livros do Pedro Bandeira e quando finalizei todos os que tinham naquelas estantes pulei para os da coleção Vaga-Lume, uma coleção de livros cheia de suspense e muita aventura. Aos 13 para 14 anos me deparei com O Escaravelho do diabo, livro que li em um dia e adorei. Não imaginava que hoje aos 23 (quase 24) anos me depararia com uma versão cinematográfica do livro que tanto gostei na adolescência. 


A história se passa em uma cidadezinha no interior chamada Vale das flores, uma região marcada pela quantidade de pessoas ruivas, o número é gritante, maior que qualquer outra cidade. 


O filme fala sobre um garoto chamado Alberto Maltese, ele é uma criança hiperativa, que vive com seu  iPad, leva bronca da mãe por sempre estar fazendo várias coisas ao mesmo tempo. Alberto idolatra o irmão, Hugo Maltese, que mais parece um bad boy dos anos 60, com seus casacos de couro e sua moto. O jovem é o primeiro a morrer na trama com uma espada cravada em seu seu peito. O detalhe que chama a atenção é que antes de morrer ele recebe uma caixa com um escaravelho dentro. Logo outra vítima aparece morta, após receber uma caixa parecida. 


O delegado Pimentel é acionado para cuidar dos crimes, Alberto que é muito curioso começa a descobrir pistas e passa a ajudar o delegado a decifrar os crimes, que crescem a cada dia, o assassino em série escolhe suas vítimas com uma característica peculiar: SÃO TODAS PESSOAS RUIVAS LEGÍTIMAS. Ele sai atacando pessoas famosas e pessoas alheias, e todas as pessoas antes de morrer são avisadas com o escaravelho.


Toda a trama é muito comovente e reveladora a cada minuto. O filme me deixou muito feliz, primeiro por ser um filme brasileiro de qualidade, segundo por ser adaptação de um livro que li na adolescência, terceiro por ter um enredo muito bom que nos prende, dando pistas de algo maior.

Ficou interessado no filme?
Corre lá, ainda está nos cinemas!!









Play Holi Recife 2016


Olá pessoas, que saudades!!
No ultimo sábado dia 09 de abril, aconteceu no Recife o Play Holi, que era uma mistura de festival das cores com parque de diversões. O evento, considerado o maior festival de cores em parque de fiversões do Recife.  aconteceu no Mirarilandia Parque de diversões e contou com todos os seus brinquedos. 

Para festivais desse tipo é indicado que as pessoas se vistam de branco e esse foi meu look:



Eu e minha irmã:



 O festival começou ao meio dia e contou com a presença dos DJ's, Chris Leão, Shark, E-DOUBLE, Soundpack, Royal, José Pinteiro e Thascya. O som estava maravilhoso, assim que entramos ganhamos o pó colorido e a festa começa a deixar de ser tão nude para virar um verdadeiro misto de cores.


video

O mais legal é que além de curtir uma música legal, ainda podíamos brincar no parque de diversões. Nota para o evento (0 a 10) 10! Não faltou nada, a segurança foi muito boa, a área +18 muito bem projetada e organizada, o pó era orgânico, os bombeiros estavam sempre a postos, as atrações maravilhosas e os brinquedos também. Não faltou nadaaaa!










O festival acabou as 22:00h e olha o estado das pessoas... hahaha
Sai feia de lá? Saí feia de lá!
Tava cansada? MOOOORTA de cansada!

Faria de novo? Todo final de semana se pudesse!



É isso pessoas, beijin!






Museu do Video Game Itinerante em Recife!

(Foto:Diário de Pernambuco)
     
       E pelo segundo ano consecutivo o Museu do Video Game Itinerante está de volta ao Recife!Tive a oportunidade de ir no ano passado (só que infelizmente não consegui montar um post falando sobre a atração).Super recomendo não só para a galera que curte video games,mas para quem não é tão apaixonado e quer conhecer um pouco da história e da evolução de consoles.


      Lá além de ter exposição dos consoles,mostrando todos os detalhe e características do mesmos,você também pode jogar e participar de concursos.São 250 games em exposição!!E esse ano tem uma novidade:2 controles gigantes,onde você pode jogar!!Isso mesmo!Dá para 2 pessoas jogaram tranquilamente.Jogos como Street Fighter II, River Raid, Enduro e claro,Just Dance.





      O Museu do Video Game Itinerante vai ficar em Recife até o dia 24 de abril,lá no Shopping Recife,no bairro de Boa Viagem.É uma boa pedida para o fim de semana,o que vocês acham? :*





Resenha "Carta de amor aos mortos".





    Laurel é uma adolescente que acaba de mudar de escola e está passando por algumas dificuldades. Ela perdeu sua irmã em um acidente e está bem mal e se sentindo culpada por isso. E no seu primeiro dia de aula sua professora de inglês passa um trabalho para casa: escrever uma carta para alguém que já morreu. Ela faz o trabalho e isso simplesmente vira meio que o diário dela. Laurel escreve para famosos que já morreram que são ídolos dela, como por exemplo o nosso amado Kurt Cobain e Amy Winehouse. Ela conta em suas cartas sua vida, seus amores, suas dores, realmente tudo.



Quando eu comprei esse livro eu não imaginava que fosse como é. Ele foi um presente de aniversário,minha mãe me levou ao shopping para escolher o presente e eu passei em frente a livraria e comprei. Na verdade eu não ia comprar ele, eu ia comprar outro livro lá e tudo mais e quando o vi mudei logo de ideia. "Cartas de amor aos mortos" é um livro que já lhe chama atenção pelo título e a capa também.A sinopse dele não é atrás, atrás são comentários de escritores importantíssimos falando sobre o livro e o ponto de vista deles. A estrutura do livro foi algo que realmente me impressionou, pois quando eu o comprei não imaginei que ele fosse, que a estrutura dele fosse como é e se quiser saber o quão boa é, leia.É um livro muito bom para adolescentes e jovens que curtem um livro colegial e um romance também.


     PS.: é o meu livro favorito.


Por que ouvir Stone Sour?


        Acho que faz um tempo que não indico nenhum som para vocês por aqui,né?Hoje resolvi falar de uma banda que eu acredito que muitos de vocês conhecem.Vou falar de uma banda chamada Stone Sour.Acredito que como a maioria de vocês,conheci a banda através de outra banda,o Slipknot.Isso tudo porque o vocalista,Corey Taylor,é o mesmo vocalista das duas bandas.Mas aí você para e pensa:o que um tem a ver com o outro?Aí é que tá:não tem nada a ver,em vários aspectos.


         Stone Sour foi formada nos Estados Unidos,formada por Corey Taylor (vocais e piano),Josh Rand (guitarra) e Roy Mayorga (bateria).Foi formada em 1992,durando até 1997 quando Taylor e Root entraram no Slipknot,porém o grupo se reuniu em 2002.No dia 18 de maio de 2014,James Root, através da sua conta no Instagram afirmou que não faz parte da banda e que não ficou contente com esta decisão,o que leva a crer que ele foi demitido.A crítica classifica a banda como estilo hard rock,heavy metal e metal alternativo.Corey afirma que a banda tem influência de peso,como Metallica,Iron Maiden,Sex Pistols,Black Flag,Pearl Jam,etc.


       O que mais me atrai no SS?O som é bem diferente,comparado com algumas bandas de hoje em dia.Algumas pessoas tem um certo receio de escutar,porque sempre associam ao Slipknot (existem bastante haters deles).Só que aí é que tá, SS não tem completamente a nada a ver com Slipknot.As letras,o som,o estilo é bastante diferente um do outro.É algo que só ouvindo trabalho da banda que você irá entender.Expressam desolação, raiva e rebelião.

   “Há muitas pessoas aí fora que pensam que quando eu canto mais pesado com o Stone Sour,eu estou tentando fazer igual ao Slipknot, e vice versa – quando eu canto de forma mais melódica como Slipknot, eu estou tentando imitar o Stone Sour . E você não está ouvindo a música, você está juntando tudo. Como em ‘The Devil In I’, várias pessoas compararam ela com o Stone Sour, porque muito dela é melódica até que chega no refrão e ela engata a marcha, entende? É uma música do Slipknot, então é uma música do Slipknot. E várias pessoas, para o bem ou para o mal, escolhem o caminho mais fácil daquilo que estão pensando, ou de qual será a sua opinião. Eles vão ler alguém dizer: ‘Bem, se ele canta de forma melódica, isso tem que estar no Stone Sour’, muitas das pessoas escolhem essa frase, porque é a forma mais fácil de se encaixar do que pensar algo diferente, mas nós encorajamos nossos fãs a tentar fazer algo diferente.” 
Corey Taylor.


      Então pessoas,acho que vale muito a pena ouvir o som desses caras.É diferente e agrada a todos os gêneros do Rock (acredito eu).Olhem a discografia e a videografia também.Quase esquecia de dizer: eles já passaram aqui pelo Brasil,em 2013.Tocaram no palco Mundo do Rock in Rio (Stone Sour em um dia,e Slipknot no outro dia).Corey tava bem empolgado e deixou bem explícito o quanto ele gosta do Brasil durante o festival.Você pode ver o show completo no Youtube. :*


BEM VICIADA NESSA MÚSICA KKK
"ABSOLUTE ZERO"