Dica de leitura: Laranja Mecânica.



     Depois de tanto tempo,finalmente resolvi ler "Laranja Mecânica".Sim.Antes de virar um filme tão

conhecido  e aclamado,primeiramente era um livro.

Laranja Mecânica narra a história de Alex, de 15 anos, integrante de um grupo de adolescentes delinquentes

que depois da escola (ou de faltar da escola), destinam o tempo para cometer crimes, como roubos,

espancamentos e estupros, por pura maldade e diversão. Numa noite comum de violência, Alex e seus 

amigos - Tosko, o mais eloquente, Pete e Georgie - decidem assaltar a casa de uma senhora, mas acaba 

que ela chama a polícia a tempo e Alex é traído pelos "druguis" (ou "amigo", na gíria usada pelo grupo). O 

adolescente é detido e condenado a quatorze anos de prisão. 

Porém, ao demonstrar muita selvageria durante os primeiros dois anos de prisão, o governo opta por

 submeter Alex a um tratamento de choque novo e ainda em fase de experimentação chamado Técnica

Ludovico. Através desse viés, que garante a extinção da maldade em apenas duas semanas, o governo 

espera diminuir a superlotação de presídios e até mesmo liquidar o impulso criminoso. Durante a terapia, o

 indivíduo é submetido a sessões diárias de filmes com alto teor de violência e também recebe doses 

injetadas de uma substância que garante terríveis sensações de mal estar e enjoos. Assim, a deflagração de 

experiências físicas insuportáveis (como náusea) é deliberadamente associada a qualquer forma 

de agressão, fazendo com que a pessoa opte por condutas gentis para evitar o mal estar.

O filme "Laranja Mecânica" lançado em 1971 e dirigido por Stanley Kubrick, é muito conhecido, 

principalmente por suas cenas violentas. O filme acabou se tornando um clássico do cinema mundial e um 

dos filmes mais famosos de Kubrick.

Infelizmente, nem todos os grandes fãs do filme sabem da existência do seu livro escrito por 

Anthony Burgess e lançado em 1962.


Anthony Burgess causou um estranhamento em seus leitores por causa do vocabulário utilizado por Alex e 

sua gang. A linguagem nadsat (adolescente) tem termos eslavos e palavras rimadas. Quando foi lançado na 

Inglaterra os leitores realmente precisaram deduzir o entendimento dessas gírias, depois porém, o livro 

começou a ser lançado com um glossário nadsat no fim do livro onde é possível encontrar a maioria das 

gírias "traduzidas".


A história do filme não foge muito do livro. Apesar de algumas mudanças nas cenas e de o filme não ter o 

verdadeiro final da história, ele foi bem fiel ao livro. O ator Malcolm McDowell já era bem mais velho que o

 personagem Alex quando o interpretou, porém ele fez um ótimo trabalho! Malcolm conseguiu passar

 exatamente como Alex é. Seu modo de falar, ás vezes meio infantil, repetindo palavras e também pela

 forma de agir. Fiquei realmente impressionada de ver como ele "encarnou" Alex de corpo e alma.

Uma coisa que me incomoda é o fato de a maioria das pessoas que assistem o filme achar que ele se trata

 somente de violência. Tanto o filme como o livro, mostram claramente como nós, cidadãos, somos 

"usados" pelos políticos, sempre em favor deles, mas infelizmente a maioria das pessoas não conseguem 

notar isso ao ver o filme.Um assunto que não deixa de ser atual sempre.




Comente com o Facebook: