A importância de Stan Lee para a Marvel!



Você sabe quem é Stan Lee?Não,ele não é só o vovozinho que aparece em algumas cenas dos filmes da 

Marvel!Ele é muito mais do que isso.E claro,tem um porque de ele sempre aparecer e fazer uma gracinha

nas cenas.

Esse cara,simplesmente é o responsável pela grande maioria dos personagens da Marvel que você 

aprendeu a gostar desde a infância. Stan Lee nasceu Stanley Martin Lieber, em  Nova York, em 28 de 

dezembro de 1922. Morou boa parte de sua infância e adolescência no Bronx, onde dividia uma pequeno 

quarto com seu irmão mais novo, Larry Lieber, enquanto os pais dormiam em um sofá-cama na sala. 

Quando tinha 15 anos de idade, o prestigiado jornal Herald Tribune lançou um concurso de redação entre 

seus jovens leitores. Stan se inscreveu e, logo na primeira vez, venceu. Porém, depois de ganhar por três 

semanas seguidas, a organização do concurso recebeu um carta do editor do jornal pedindo para que ele

 deixasse de participar, para dar chance aos outros candidatos. Sua  infância foi confortável, devido ao 

trabalho de seu pai, no entanto, com a crise de 1929, Jack perdeu o emprego e a estabilidade financeira da

 família se desfez. Stan decidiu então começar a trabalhar em empregos de meio período. Passou a escrever

 obituários em jornais, entregar sanduíches para escritórios no Rockefeller Center, criar campanhas 

publicitárias para o hospital da vizinhança, trabalhar de office boy para uma fábrica manufatureira e como

 lanterninha do Teatro Rivoli na Broadway, isso tudo antes de seus 17 anos. 


Ainda na adolescência, trabalhou para os publicadores Martin Goodman na Timely Comics, que mais
 tarde se tornaria a Marvel Comics. Goodman era casado com a prima de Lee. Seu primeiro trabalho
 publicado foi uma página para preencher texto assinada com o nome Stan Lee, que apareceu na revista 
do Capitão América em 1941. Stanley usou o nome "Stan Lee" porque sonhava um dia escrever o maior
 de todos os livros do país e não queria seu verdadeiro nome associado às histórias em quadrinhos. Ele logo
 passou a escrever histórias de fato, tornando-se o editor mais novo no campo de trabalho com 17 anos.
Durante a Segunda Guerra Mundial, Lee alistou-se no Exército dos Estados Unidos e serviu na parte de 
comunicação, escrevendo manuais, slogans, filmes de treinamento e ocasionalmente desenhando. Após a 
Segunda Guerra Mundial, voltou para a sua posição naquela que se tornaria a Marvel Comics. Logo depois
 criou o bordão da Marvel, "com grandes poderes, vem grandes responsabilidades - Homem-aranha 
(1962)", baseado no que ele presenciou durante a guerra, que um país poderoso como os EUA, deveria ter
 responsabilidades com seu armamento bélico nuclear.

Naquela época, uma campanha de decência liderada pelo psiquiatra Dr. Fredric Wertham e pelo 
Senador Estes Kefauver culpava as revistas de histórias em quadrinhos por corromper os jovens leitores
 com imagens violentas e sexuais. As empresas de HQ responderam com a organização de um sistema de 
controle interno, e eventualmente adotaram o restringente Comics Code Authority.Permanecendo na 
Timely/Marvel pela década de 1950, Lee escreveu histórias de vários gêneros, como romance, faroeste
e ficção científica . No fim da década, ele ficou insatisfeito com sua carreira e pensou em sair da área.

No fim da década de 1950, a DC Comics deu um "up" nos super-heróis e teve sucesso grande com 
Liga da Justiça da América. Em resposta, Martin Goodman,chefe editorial da Marvel, deu a Lee
tarefa de criar um time de super-heróis novo. Lee estava chegando aos 40 anos e se considerava velho para
 aquele tipo de trabalho, somente escrever HQs de super-heróis. Foi então, no início dos anos 60, que sua 
mulher, Joan, sugeriu que ele deveria realmente criar seus próprios personagens, a seu modo. Não teria 
nada a perder, pois estava mesmo pensando em abandonar a carreira. Ele seguiu o conselho da esposa e,
 de repente, sua carreira mudou completamente.
Com a ajuda de Jack Kirby, Lee deu a seus novos super-heróis sentimentos mais humanos.Seus heróis 
tinham um temperamento ruim, ficavam melancólicos, cometiam erros humanos normais. Preocupavam-se 
em pagar suas contas e impressionar suas namoradas, e às vezes ficavam até doentes fisicamente. Os super-
heróis de Lee capturaram a imaginação dos adolescentes e jovens adultos, e as vendas aumentaram 
drasticamente.

O primeiro trabalho conjunto entre Lee e Jack Kirby foi  "O Quarteto Fantástico". Sua popularidade 
imediata fez com que Lee e os ilustradores da Marvel produzissem vários novos títulos. Lee criou 
Incrível Hulk, o Homem de Ferro, Thor e os X-Men com Kirby; Demolidor (Daredevil) com 
Bill Everett; Doutor Estranho e o personagem de maior sucesso da Marvel: o Homem-Aranha, criado 
com Steve Ditko.E também criou o Capitão Marvel,pois existiam em outras editoras como a 
Fawcett Comics que possuíam heróis com o nome de Capitão Marvel,então para não usar o nome 
'Marvel' em um personagem que não fosse da Marvel Comics.foi feito para Marvel seu próprio 
Capitão Marvel.Pela década de 1960,escreveu, coordenou a arte e editou a maior parte das séries da 
Marvel, moderou as páginas de cartas e escreveu uma coluna mensal chamada "Stan's Soapbox" escreveu
 muito material promocional, sempre assinando com a frase que é sua marca registrada: "Excelsior!".




Então,podemos dizer que o vovô Lee criou a Marvel!Com certeza,quando falamos do universo da cultura

pop mundial,não podemos esquecer de citá-lo.Que apesar da idade já avançada,ele continue fazendo suas

aparições nos filmes e jogos (porque sempre esperamos essa parte nos filmes da Marvel!) e que possa 

continuar influenciando a todos que gostam e que trabalham com o universo dos quadrinhos.

NÓS TE AMAMOS,STAN LEE!! ❤️








Comente com o Facebook: