Tecnologia do Blogger.

Vale a pena ouvir: Selena Gomez - tudo o que você precisa saber sobre a cantora e sua evolução musical


   Esses dias eu estava ouvindo umas músicas para adicionar na minha playlist pessoal, e foi quando realmente dei uma chance para a Selena Gomez. Eu ouvia uma música ou outra da cantora, geralmente as mais conhecidas e que fizeram mais sucesso, mas nunca tinha parado para ouvir um álbum inteiro ou até as que não tiveram tanto destaque. Foi quando resolvi pesquisar sobre discografia da cantora, e vi que ela é bem mais do que os boatos e fofocas que ela aparece por aí.

     Ganhou destaque internacional ao estrelar a série vencedora do Prêmio Emmy, Os Feiticeiros de Waverly Place, exibida pelo Disney Channel, interpretando Alex Russo. Ela formou sua banda The Scene, após assinar um contrato com a Hollywood Records, em 2008; eles lançaram os álbuns de estúdio Kiss & Tell(2009), A Year Without Rain (2010) e When the Sun Goes Down (2011), antes de se separarem em 2012.


  Em 2013, ela lançou seu primeiro álbum em carreira solo, Stars Dance, que estreou em #1 na Billboard 200 e vendeu mais de um milhão de cópias mundialmente, além de ter rendido seu primeiro single entre as dez mais tocadas da Billboard Hot 100Come & Get It, que alcançou a sexta posição da tabela, e ainda a fez ganhar seu primeiro VMA. Seu segundo álbum de estúdio, Revival, foi lançado em outubro de 2015 e vendeu 117 mil cópias em sua semana de lançamento nos Estados Unidos; além de ter garantido o #1 na Billboard 200, o material teve três singles entres dez mais populares da Billboard Hot 100: Good for YouSame Old Love e Hands to Myself.

   Em 15 de fevereiro de 2011 a Universal Music Portugal confirmou que um novo álbum de Selena Gomez & The Scene já estava sendo gravado, e que o mesmo seria primeiro álbum da banda, em espanhol. Selena confirmou mais tarde em seu twitter, que na verdade seria um álbum bilíngue, e que daria uma pausa para ingressar em sua nova turnê "A Year Without Rain Tour" com apenas um mês de duração. Após a turnê a banda voltou a trabalhar no álbum e Selena confirmou que o nome do álbum seria "My Outher Side", mais decidiu trocar o nome por "When The Sun Goes Down". Em 8 de Março lançou o single "Who Says" que entrou para o Billboard Hot 100 no número #24 e teve pico em #21, no Hot Dance Club Songs debutou o número #1, e foi certificado como single de platina, pela venda de mais de 1 milhão de downloads.
  No dia 7 de junho foi lançado como single promocional a faixa "Bang Bang Bang" disponível no iTunes, e no dia 14 de Junho foi lançado "Dices", versão espanhol da canção "Who Says" para download digital no iTunes. Em 17 de Junho lançou o segundo single "Love You Like a Love Song" e o vídeo da música estreou dia 23 de Junho,o single já vendeu cerca de 3 milhões de downloads pagos,sendo o single de mais êxito da banda. O álbum ainda conta composições de Britney Spears (em Whiplash); Katy Perry (em That's More Like It) e Pixie Lott (em We Own The Night). Selena também trabalhou como compositora, escrevendo as canções "When the Sun Goes Down" e "Outlaw"When the Sun Goes Down, vendeu na primeira semana 78 mil cópias, que também estreou na posição #4 da Billboard 200, mas na segunda semana alcançou a posição #3 na parada, com vendas acima de 44 mil cópias. Em Setembro seguinte, Gomez anunciou a canção "Hit The Lights" como o próximo single, sendo este o primeiro álbum de Selena a ter três singles de divulgação. Até o momento o álbum vendeu 2.200.000 cópias no mundo, sendo 800 mil nos Estados Unidos. Sendo já certificado como disco de ouro nos Estados Unidos, Canadá, Brasil, Espanha, México, Indonésia; e como disco de platina na Polônia.


  Em março de 2013, Gomez revelou que não iria mais trabalhar com a banda The Scene e que entraria em carreira solo.A cantora anunciou que Come & Get It seria seu primeiro single do álbum solo. A canção tem uma forte influência de música indiana e Selena adotou um pouco da cultura do país nas apresentações do single.



  Após uma estreia na 45.ª posição da Billboard Hot 100, a canção atingiu a 6.ª colocação, tornando-se o primeiro trabalho da cantora  que se posiciona entre as dez primeiras posições desta parada. O single também foi certificado como tripla platina pela RIAAEm 7 de maio de 2013, Selena lança o clipe de Come & Get It em um programa dedicado a ela, denominado MTV Firts: Selena Gomez, transmitido pela MTV americana. O clipe foi dirigido por Anthony Mandler e teve um enredo focando nos quatro elementos. O videoclipe recebeu duas indicações ao MTV Video Music Awards de 2013, ganhando a categoria Melhor Vídeo de Pop.
  Em 23 de julho de 2013 Gomez lança Stars Dance, seu primeiro álbum em carreira solo, apesar do material ter vazado na internet na madrugada do dia 15 de julho. Em sua primeira semana o álbum vendeu mais de 97 mil cópias no Estados Unidos, consequentemente debutando no topo da Billboard 200. O álbum alcançou o topo do iTunes de 46 países, incluindo Estados Unidos e Brasil. O material recebeu criticas medianas, obtendo uma média de 59, em uma escala que vai até 100, no Metacritic, que se baseou em dez resenhas de publicações especializadas na área da música.

  Ela entrou em sua primeira turnê solo, sendo a sua segunda mundial. Com uma super produção, com trocas de figurinos e dançarinos, além de um grande palco em forma de ‘S’, a Stars Dance World Tour passou pelo Canadá, Europa e Estados Unidos. Após marcar shows na Austrália, Gomez cancelou por motivos pessoais, logo depois os shows na Ásia também foram cancelados, consequentemente, a turnê inteira foi cancelada abruptamente, após 55 apresentações na América do Norte e Europa, a cantora alegou que precisava "ter um tempo consigo mesma".

  Em 2015, em entrevista a revista Billboard, a artista revelou que precisou cancelar a turnê por ter sido diagnosticada com lúpus e precisou fazer quimioterapia. O segundo single do álbum, Slow Down , foi lançado em junho de 2013 como single promocional. O vídeo vazou na internet em 19 de Julho do mesmo ano, forçando a gravadora a antecipar a sua estreia, enviando o vídeo para a conta de Selena no VEVO no mesmo dia. No dia 20 de Agosto de 2013 a canção foi oficializada como single e enviada para as rádios dos Estados Unidos. A canção teve seu ápice na Billboard Hot 100 ao atingir a 27 posição da tabela.
  Em junho de 2014, um calendário oficial da Universal Music Group que caiu na rede listava que Gomez lançaria uma coletânea de grandes êxitos, intitulada For You, em novembro do mesmo ano, o que de fato aconteceu. Em 6 de novembro de 2014 Gomez lançou de surpresa o single The Heart Wants What It Wants, junto com seu videoclipe. Na canção, Gomez comenta o seu conturbado relacionamento com Justin Bieber. 

 Em 24 de novembro de 2014, chegava nas lojas e em plataformas digitais, a compilação For You que reuniu seus sucessos solo e com a banda Selena Gomez & the Scene, o álbum estreou na 24° posição da Billboard 200 vendendo apenas 17 mil cópias em sua semana de lançamento. Após a apresentação no AMAs, The Heart Wants What It Wants teve um aumento significativo em vendas e execuções em rádios, o que resultou em sua entrada entre as dez mais populares da Billboard Hot 100, na 6° posição, sendo a segunda vez que Gomez entrava no top 10. Com o lançamento de For You, o contrato de Gomez com a gravadora Hollywood estava encerrado, no mês seguinte ela assinaria com a renomada Interscope Records.
 Após findar o seu contrato com a Hollywood Records, com o lançamento da coletânea For You, Selena assinou com a gravadora Interscope, e seu primeiro single no novo selo foi I Want You to Know, na qual empresta os seus vocais para a canção do DJ Zedd. A faixa é o carro-chefe do segundo álbum do alemão, True Collors. A canção estreou na 17° posição da Billboard Hot 100 e com vendas estimadas em 100 mil downloads legais.

  Em 22 de junho de 2015, Gomez lançou o carro-chefe de seu segundo álbum solo, Good for You  com participação do rapper estadunidense A$AP Rocky. O single vendeu 179.000 downloads em sua primeira semana, tornando-se a segunda maior semana de estreia feminina do ano. A canção alcançou o topo do iTunes de cerca de 70 países, incluindo Estados Unidos e Brasil. Na Billboard Hot 100, a canção estreou na nona colocação e virou o primeiro single da cantora a estrear no top dez, posteriormente a faixa atingiu a quinta posição. O segundo single, Same Old Love, foi lançado em 9 de setembro e estreou na 43° posição da Billboard Hot 100, posteriormente a canção alcançou a quinta colocação da tabela.


 Em 22 de julho de 2015, Selena revela que seu novo álbum se chamaria Revival pela sua conta no Instagram e que o mesmo seria lançado em 9 de outubro do mesmo ano.. Faltando exatamente um mês para o lançamento de Revival, novamente usando o Instagram, Gomez postou imagens com os dizeres "This is My Revival" (Esse é o meu renascimento) e logo depois revelou a capa de Revival, onde aparece nua. Revival foi lançado para o mundo em 9 de outubro, sendo o primeiro com o selo da Interscope Records. Foi descrito como o renascimento da artista que pela primeira vez contou um pouco da sua vida pessoal em sua música. O álbum também é o seu primeiro lançamento musical sem qualquer relação com Disney. O álbum alcançou o topo do iTunes de 40 países, incluindo Estados Unidos e Brasil. Ele ocupou a primeira posição da tabela musical Billboard 200, assim como seu álbum de estreia.  No mesmo mês, a cantora anunciou a sua segunda turnê mundial, Revival Tour, que teve início em maio de 2016, em Las Vegas. O material recebeu críticas geralmente favoráveis, obtendo uma média de 74, em uma escala que vai até 100, no Metacritic, que se baseou em nove resenhas de publicações especializadas na área da música.

  Em novembro de 2015, apresentou-se no American Music Awards, onde divulgou Same Old Love. A Billboard selecionou-a como uma das melhores da noite e escreveu que a performance "ofereceu o melhor colírio para os olhos da noite", enquanto a Entertainment Weekly avaliou que a intérprete "entregou o que pode ter sido a apresentação mais sensual da noite" e Brittany Spanos da Rolling Stone adjetivou-a de "elegante". Em dezembro do mesmo ano, ela se apresentou no Victoria's Secret Fashion Show com um medley de Hands to Myself e Me & My Girls. Depois, Gomez foi homenageada pela Billboard no evento Woman in Music, onde recebeu o troféu Chart Topper, que reconhece o #1 da cantora com o lançamento do Revival e as boas posições de Good for You e Same Old Love, no evento ela apresentou uma versão acústica da última citada. O júri da premiação comentou sobre o assunto: "Queremos reconhecer esse momento para uma mulher que se tornou um modelo para tantas, uma feminista, uma voz independente cujo álbum novo a mostra de verdade como uma artista madura”.


  Em agosto de 2016, por meio da turnê Revival, a cantora anunciou uma pausa na carreira para lidar com ataques de pânico e depressão causados pelo lúpus. “Eu quero ser proativa e focar em manter minha saúde e felicidade e decidi que o melhor caminho a seguir é dar um tempo… Eu preciso enfrentar isto de cabeça erguida para garantir que estou fazendo todo o possível para o meu bem”, disse.



  Principais influências: 
Cita como sua maior influência a cantora Britney Spears. Selena fez um tributo à cantora em sua turnê We Own the Night Tour em 2011. Spears escreveu uma música para o álbum When the Sun Goes Down, intitulada "Whiplash", Selena diz: "Eu ouvi a canção e fiquei apaixonada por ela, eu a achei muito divertida e cativante, então fui gravar no estúdio e me disseram: 'foi co-escrita por Britney Spears', e eu quase tive um ataque cardíaco." Gomez diz que ainda sem lembra do primeiro show de Spears que foi.


  Seu nome foi dado graças à cantora latina Selena Quintanilla-Pérez, da qual sua mãe era fã e, assim, decidiu dar o nome dela para sua filha, que também tem descendências latinas. Selena cresceu ouvindo as músicas em espanhol da cantora. Outra influência é a cantora Katy Perry que foi lançada no cenário musical no mesmo ano de Selena, a mesma já compos músicas para Selena, como "Rock God" para o álbum A Year Without Rain e "That's More Like It" para o álbum When The Sun Goes Down.
  Selena ainda tem como como influências latinas cantoras como Jennifer Lopez, Belinda e Shakira, e na música dance a cantora Cheryl Cole. Em sua carreira de atriz, Gomez tem como influência as atrizes Rachel McAdams, Meryl Streep e Jennifer Aniston.

 Estilo musical:
  Com seu primeiro single em 2009, "Falling Down", prometia marcar sua estreia com uma forte influência do pop rock. Ficou nesse gênero apenas no seu primeiro single, já no segundo single de 2010, "Naturally" já trazia influências de disco e dance-pop. Quando lançou o single em 2010, "A Year Without Rain" trouxe influências dos singles anteriores e do disco music. Assim como a canção, o álbum A Year Without Rain vinha com electropop e dance-pop como gêneros predominantes, com fundições de eurodance, disco, R&B, dancehall e reggae. O uso do teen pop foi usado por Gomez em seus trabalhos relacionados ao disney channel, como as canções "Cruella de Vil" e "Fly to Your Heart", fora "Tell Me Something I Don't Know" do filme Another Cinderella Story, ambas canções de 2008. Em 2011, com o lançamento do singleem 2011, "Who Says", Selena usou mais uma vez o dance-pop, com influências do R&B contemporâneo. 
 Já o segundo single do álbum When The Sun Goes Down em 2011, "Love You Like a Love Song" apostou em um novo estilo, o electro-funk e dance pop.When The Sun Goes Down contou com a volta do pop rock nas músicas de Selena, o uso básico do electro pop, reforço do dance pop, e foi insirida a forte influência do gênero musical new wave. Em Stars Dance, Selena conta com uma pegada mais pop e electro, como podemos ver nas músicas "Slow Down", "B.E.A.T." e outras.
  Os principais estilos musicais usados por Selena são o pop e dance-pop, fora as fusão do estilo da música disco dos anos 70/80 que a sonoriedade de Gomez faz. A mesma, em 2008, quando começou a carreira musical, recebeu os títulos de "Princesa do Pop Adolescente"/"Princesinha da Disney" por ter, na época, seu gênero predominante o teen pop e surpreendendo com o pop rock em seu álbum de estreia, em 2009.