Ariana Grande foi uma das convidadas para tocar no velório de Aretha Franklin, que aconteceu na tarde desta sexta-feira (31). Porém, durante a cerimônia, rolou uma situação bastante desconfortável.

Após apresentar sua versão para A Natural Woman, um dos clássicos da cantora, Ari se juntou ao reverendo Charles H. Ellis III. Durante sua palavra, o religioso abraçou a cantora de uma maneira bem estranha, segurando-a junto a seu corpo. A ação acabou fazendo com que ele a tocasse em seu seio direito.
Nas imagens, Ariana tenta se desvencilhar, mas não consegue. Assista:
Não o bastante, o religioso ainda fez uma piada de mau gosto envolvendo a cantora, comparando-a com uma famosa rede de fast foods dos Estados Unidos.
“Peço desculpas porque preciso me atualizar. Minha filha de 28 anos diz que sou velho aos 60 anos. Quando vi Ariana Grande na programação, pensei que era algum prato novo do Taco Bell”.
Claramente desconfortável, Ariana chegou a rir de alguns dos comentários, mas expressou um desconforto absoluto com a situação. Em apoio à cantora, algumas horas após o evento a hashtag #RespectAriana, uma alusão à faixa Respect, um dos maiores sucessos de Aretha Franklin contra o machismo, viralizou nas redes sociais.
Fãs de todo o mundo ficaram indignados e não deixaram barato, acusando o bispo de assédio.
“Mas o que significa esse flagrante desrespeitoso a Ariana Grande? É imundo demais, ainda mais vindo de um padre e eu não desculpo pelo fato de ela ser menor, isso não quer dizer que sua mão precisa fazer esse trabalho de encontrá-la.”
“Não somente um homem assediou Ariana de uma forma repugnante, como também o fez enquanto dizia que daria a ela todo o respeito”. O quão irônico é isto.”
Até o momento, Ariana não se pronunciou sobre o ocorrido.


Fonte: Papel Pop